Cresça e ajude os outros a crescer

(Roberto Shinyashiki)

The-Beatles-animated

Por que os Beatles não fizeram mais o mesmo sucesso depois que se separaram? Certamente a resposta passa pelo conceito de parceria. Quando os quatro trabalhavam juntos, podiam otimizar seus talentos. Quando gravavam um disco, tinham quatro compositores e, para selecionar as faixas, bastava escolher as melhores músicas.

Se John Lennon tinha 8 músicas, podia dar-se ao luxo de escolher apenas as melhores, porque Paul McCartney tinha outras tão boas, assim como os demais. Parceira é isto: é criar um relacionamento no qual se pode aproveitar o melhor de todos os envolvidos. Por isso, a característica marcante dos campeões é construir relacionamentos em que todos os envolvidos lucrem, aprendam e possam fazer o melhor.

O verdadeiro campeão sabe como criar parcerias, como oferecer oportunidades aos seus parceiros e motivá-los a aprimorar o trabalho. O campeão não pensa só em si mesmo, e não se preocupa apenas em fazer a sua parte. Ele pensa em fazer a sua parte e em ajudar os outros a fazer a deles.

Anúncios

Você faz a paz

(Clarice Pacheco)

paz de espírito

Procure uma posição confortável, acomode-se.
Fique em silêncio, feche os olhos, concentre-se.
Lentamente, respire fundo.
Relaxe, pense no mundo.
Atinja o nível mais alto do pensamento.
Sinta o que falta aos seres humanos neste momento.
Analise a situação atual da humanidade.
E em como você pode colaborar,
mesmo com pouca (ou muita) idade.
Imagine um mundo sem ira, sem ódio,
sem inveja e sem maldade.
Só a honra de cada cidadão
cumprindo seus direitos e deveres com serenidade.
Pense na paz em plenitude.
E em como alcançá-la, com certas atitudes.
É tão fácil e seria maravilhoso.
Qualquer um pode colaborar
com um comportamento honroso.
Torne isso uma realidade.
Então verá que só assim
a vida tem sentido de verdade.
Cumpra pelo menos você a sua parte
e proporcione paz.
E verá a felicidade que isso traz.

Boa Semana para Você

Feliz-semana

Nesta semana que se inicia, lhe desejo de tudo um pouco:

Sensibilidade…
Para não ficar indiferente
diante das belezas da vida…

Coragem…
Para colocar a timidez de lado
e poder realizar o que tem vontade.

Solidariedade…
Para não ficar neutro
diante do sofrimento da humanidade.

Bondade…
Para não desviar os olhos
de quem te pede ajuda.

Tranquilidade…
Para quando chegar ao fim do dia,
poder deitar e dormir o sono dos anjos.

Alegria…
Para você distribuí-la,
colocando um sorriso no rosto de alguém.

Humildade…
Para você reconhecer
aquilo que você não é.

Sinceridade…
Para você ser verdadeiro,
gostar de si mesmo, e viver melhor.

Felicidade…
Para você descobri-la dentro de você
e doá-la a quem precisar.

Amizade…
Para você descobrir que,
quem tem um amigo, tem um tesouro.

Esperança…
Para fazer você acreditar na vida
e se sentir uma eterna criança.

Sabedoria …
Para entender que só o bem existe,
o resto é ilusão.

Desejos…
Para alimentar o seu corpo,
dando prazer ao seu espírito.

Sonhos…
Para poder, todos os dias,
alimentar sua alma.

Amor…
Para você ter alguém para amar
e sentir-se amado.

Para você desejar tocar uma estrela,
sorrir para a lua.

Sentir que a vida é bela,
andando pela rua.

Para você descobrir que
existe um sol dentro de você.

Para você se sentir feliz
a cada amanhecer
e saber que o amor
é a razão maior para viver.

Mas, se você não tiver um amor,
que nunca deixe morrer em você, a procura.
O desejo de o encontrar.

Tenha de tudo um pouco. E seja FELIZ!

Boa semana para você!

Poder de Sobrevivência

(Letícia Thompson)

cute dog wallpaper
Por que será que nos lamentamos tanto quando nos decepcionamos, perdemos e erramos? O mundo não acaba quando nos enganamos. Ele muda, talvez, de direção, mas precisamos tirar partido dos nossos erros. Por que tudo teria que ser correto, coerente e sem falhas?

As quedas fazem parte da vida e do nosso aprendizado dela. Que dói, dói. Ah! Isso não posso negar! Dói no orgulho, principalmente. E quanto mais gente envolvida, mais nosso orgulho dói. Portanto, o humilhante não é cair, mas permanecer no chão enquanto a vida continua seu curso.

O problema é que julgamos o mundo segundo nossa própria maneira de olhar e nos esquecemos que existem milhões e milhões de olhares diferentes do nosso. Porém, não está obrigatoriamente errado quem pensa diferente da gente só porque pensa diferente. E nem obrigatoriamente certo. Todo mundo é livre de ver e tirar suas próprias conclusões sobre a vida e sobre o mundo.

Na vida, se nos fecharmos, se fecharmos nossa alma e nosso coração, nada vai entrar. E será que conseguiremos nos bastar a nós mesmos? Eu duvido. Não andamos em cordas bambas o tempo todo, mas às vezes é o único meio de atravessar.

Somos bem mais resistentes do que julgamos. A própria vida nos ensina a sobreviver, viver sobre tudo e sobretudo. Nunca duvide do seu poder de sobrevivência! Se você duvida, cai.

Mostre-se!

mostre_se

A maior parte das suas dores acontece porque você
esconde alguns sentimentos.

Quando você sente medo, seja lá do que for, os outros podem saber, sim. Não é vergonhoso sentir medo: ele é só um sinal de auto proteção.

Quando você sente raiva, expresse-a!
Ela é um sentimento tão natural quanto a afeição.
Se você pode dizer a alguém que o quer bem, por que não pode dizer-lhe que sente raiva também?

Se no seu coração existem mágoas, lave-o!
Fale sobre elas com quem magoou você.
Não deixe que elas corroam sua alma e seu espírito.
Muitas vezes a pessoa nem sabe o quanto magoou e, se você lhe disser, talvez vocês tenham a chance de, em conjunto, esclarecer algo pequeno que pareceu tão grande.

Se é ressentimento o que sente, por que esconde-lo? O ressentimento, depois de expressado, fica mais leve para quem o sente e, um dia, desaparece.
Quando menos esperar você notará que veio o perdão em seu lugar.

Se há depressão, há outros caminhos diferentes da opção pelo isolamento. Escolha ouvidos amigos, fale e abra-se para ouvir as respostas, sejam elas quais forem.

Mesmo que venham palavras pouco agradáveis de ouvir, elas podem ser o gancho para trazer-lhe de volta a alegria de viver, a capacidade para enxergar que nem tudo são trevas.

Amigo não é só aquele que lhe empresta o ombro para chorar: muito mais amigo é aquele que traz o tapa que desperta, que o faz acordar para a Vida.

Não há ninguém neste mundo que nunca foi ferido, magoado, machucado. E também não há quem não conheça a alegria de retornar ao porto da felicidade.
Você será entendido e compreendido.

Esteja você como estiver, não se esconda!
Mostre-se! Todo sentimento tem seu próprio e real valor.

Serás triste se fores só

sozinha

Você está se sentindo sozinha, entristecida, sem ninguém para dividir seus problemas e suas realizações? Lembre-se de que você é o responsável pela sua solidão.

Não tenha vergonha de ir à procura das pessoas, de pedir ajuda, de dizer “Você tem um tempo para mim?”.

Lembre-se de que você só viverá num inverno contínuo se quiser.

Porque as pessoas ao seu redor estão dispostas a florescer como a primavera, e fazer você ver o brilho da vida. Corra ao encontro de sua primavera!

Corra ao encontro das pessoas.
Dê a elas a chance de estar com você!

Maneiras de ser Feliz


Viver plenamente não é tão difícil quanto parece.

Que a vida é cheia de altos e baixos, todo mundo sabe. E, para provar a felicidade é necessário experimentar também, até certo ponto, outras emoções – inclusive raiva e tristeza – quase todos os dias. O ideal que se deve buscar é aceitar o que se tem e quem se é, aproveitar a vida sempre que possível e sentir-se feliz a maior parte do tempo.

Digo a maior parte do tempo porque ninguém é capaz de ser feliz o tempo inteiro. A vida não funciona assim. A felicidade tem de ser conquistada, cultivada e valorizada.

Eis algumas reflexões para nos lembrar de como é bom viver:

1. Mude sua forma de pensar:
Viva cada dia como se fosse o último. As pessoas que sobreviveram a uma doença terminal ou a um acidente, testemunharam uma tragédia ou perderam um ente querido costumam ter outra visão da vida. Muitas dizem que não deixam mais nada para depois. Viajam agora, aprendem algo novo agora, procuram um amigo agora. Elas sabem – e todos nós deveríamos nos lembrar disso – que o “depois” pode jamais chegar.

2. Mantenha um diário:
Escreva uma lista de tudo de bom que acontece diariamente a você. Qual foi mesmo aquela frase bonita que sua filha lhe disse outro dia? Você vai esquecer, a não ser que a escreva. Os problemas também podem ser resolvidos e os infortúnios apagados da memória se você os colocar no papel. Experimente – funciona!

3. Não supervalorize os fatos:
Pense em como gostaria de ser lembrado e no que contará a seus netos sobre sua vida. É mesmo tão importante assim que os lençóis sejam trocados toda semana? Que o chão esteja impecavelmente limpo? Aquela reunião, no ano passado, que fez com que você perdesse a apresentação do seu filho na escola, parece mesmo importante agora?

4. Não se aborreça por pouco:
Não vale a pena desperdiçar energia irritando-se por qualquer besteira. Perdeu o ônibus? Não adianta se exasperar, ele já se foi mesmo. Saboreie um cafezinho enquanto espera o próximo.

5. Não adie as tarefas:
Resolva logo as desagradáveis ou difíceis. A demora desperdiça energia e sobrecarrega a mente. Se você está preocupado com algo que tem de ser feito, já deveria estar fazendo.

6. Mude a rotina:
A vida pode começar a cair na mesmice se você fizer tudo igual, dia após dia, semana após semana. Crie novos interesses, novas atividades. Se você costuma dormir até mais tarde aos domingos, isso não é mais novidade. Por que não levantar cedo e tomar café no parque? Você vai chegar antes de todos e, quando a multidão começar a aparecer, você já vai estar a caminho de casa. O dia parecerá muito mais longo.

7. Esqueça a competição:
Seu vizinho tem uma piscina? O som mais moderno? Um carro novo? E daí? Olhe bem. Ele trabalha nos fins de semana e parece jamais ver os amigos. Quem tem uma vida de fato melhor?

8. Faça uma limpeza geral:
Livre-se de tudo que for inútil. Roupas que você não usa mais, utensílios que vivem atravancando o armário e não são utilizados, brinquedos, livros, mobília – dê tudo para as instituições de caridade.

9. Aprenda a dizer não:
Você não é obrigado a fazer tudo que lhe pedem. Sua vida já é muito atribulada e você vive correndo de um lado para o outro. Reserve algum tempo e espaço para pensar e fazer algo por você mesmo.

10. Ame seu parceiro pelo que ele é:
Será que ele ou ela mudou tanto assim? Ou será que é a mesma pessoa pela qual você se apaixonou? O relacionamento pode estar necessitando de um ajuste – tudo precisa de conserto ou manutenção após alguns anos de funcionamento -, mas as peças ainda têm de estar em bom estado!

11. Não deixe que a intimidade gere desrespeito:
O parceiro e a família merecem, no mínimo, a mesma consideração que os amigos. E você merece o mesmo deles.

12. Diga “eu te amo” :
Diga esta frase ao seu cônjuge, à família e aos amigos. Diga o que admira em cada um deles. Cumprimente-os quando fizerem algo de bom. Elogios são sempre bem-vindos e, antes que você se dê conta, pode receber um elogio também. Nunca se sabe…

13. Sobre estar sempre disponível 
Pode parecer difícil, mas se os problemas dos seus amigos aflitos estão começando a afetá-lo, você não deveria se colocar à disposição o tempo todo. Eles precisam também enfrentar os próprios problemas e seguir em frente.

14. Telefone ou escreva para os amigos:
Vocês perderam o contato, mas não precisa ser para sempre. E há quanto tempo você não fala com aquela sua tia querida? Ela adoraria ter notícias suas.

15. Alegre-se com plantas:
Colha flores do jardim ou levante cedo, vá ao mercado e encha a casa com toneladas de flores, frutas e verduras. Elas enchem a casa de vida e energia.

16. Crie algo:
Pinte, faça escultura, cozinhe, plante – escolha!

17. Faça uma caminhada:
Esse exercício suave vai renová-lo física e mentalmente desde a primeira vez. Caminhe com regularidade e vai se sentir melhor a cada dia.

18. Tenha sempre um objetivo:
Faça reservas para um fim de semana, combine uma noitada, marque uma sessão de massagem.

19. Torne mais feliz o dia de alguém:
Pode parecer piegas, mas por que não? Comece freando o impulso de buzinar para o motorista à sua frente. Ou pratique uma boa ação, cedendo um pouco do seu tempo para um trabalho voluntário.

20. Sorria:
O sorriso é contagiante – experimente e comprove!

Me divorciei

vida-nova

Sim…. há muito tempo me divorciei da amargura, da tristeza, da inveja e do egoísmo, dos rancores, das caras feias, de pensar mal dos outros, das classificações grosseiras e baratas dos seres humanos; me divorciei da solidão, da ignorância espiritual, da hipocrisia, da falta de sensibilidade.

Me divorciei da mediocridade, da arrogância e da petulância, dos atropelos, de pensar que sou melhor que os demais; me divorciei de todo o negativismo que possa privar-me de ser uma persona feliz e honesta comigo mesmo.

Me divorciei da angústia e do stress produzidos por buscar a aprovação dos demais, por impressioná-los com a forma de me vestir, de onde vivo, pelo meu carro, pelos lugares que frequento, como decoro a minha casa. No faço alarde a respeito de coisas pequenas, nem grandes. Faço minhas próprias escolhas, sendo dono de mim mesmo, sem deixar-me governar pela sociedade e por aquilo que vão dizer.

Este divórcio me serviu para aceitar-me como sou, com meu físico e minha maneira de ser. Aceito também as coisas que me rodeiam, sem queixar-me por elas: o clima, o barulho, as pessoas ingratas, queixosas, fofoqueiras… Procuro não frequentá-las muito, para que não me desestabilizem. Tudo faz parte do mundo natural e o aceito como uma criança que vê tudo e não se ofende.

Me divorciei do sentimento de culpa e de toda a ansiedade que surgem quando, nos momentos presentes, me imobilizam por fatos que aconteceram no passado. Reconheço que cometi erros e cuidarei de não voltar a repetí-los .

Me divorciei de lamentar-me pelo que passou e também me esforço para não fazer os outros se sentirem culpados. Assim me desliguei de minha pobre imagem e descobri que é melhor APRENDER com o passado do que QUEIXAR-ME daquilo que já aconteceu.

Assim, estou solteiro desses maus sentimentos e estou casado com a felicidade, à qual prometo ser fiel pelo resto de meus dias.

É bom ser feliz e viver esperando o novo dia com expectativas, de criar sonhos para logo despertar e começar a realizá- los, encontrar muitos amigos que estão por todos os lugares, esperando que cheguemos e digamos algo bom. Sou feliz de poder fazer a diferença mesmo à distância.

Saber que com minhas palavras posso fazer alguém se sentir bem, que posso estender a mão e ajudar sem fazer muita pompa… Simplesmente sou feliz de estar vivo e poder escrever esta mensagem.

E saber que, por meio da web, poderei viajar sem necessidade de uma passagem de avião, de barco ou de trem, que envio meu afeto com mais rapidez e que não vou pagar por excesso de bagagem. Sou muito feliz quando abro meu e-mail e leio as histórias de meus amigos, me sinto feliz porque, ao enviar-me uma mensagem, se lembraram que existo e, com isso, me dão um sinal de sua amizade.

Me encho de alegria poder sentir esta agradável sensação por coisas tão triviais ou banais para algumas pessoas… e tão especiais para mim.

Internet Banking da Vida

computer

Hoje, exatamente hoje a vida manda aquele recado especial:

– Você vai viver intensamente ou vai continuar adiando as coisas?

– Você vai continuar com as mesmas desculpas ou vai partir para a luta?

– Você vai arrumar um novo culpado, ou vai olhar no espelho?

Não, não tem mais tempo, tempo é raridade, é empréstimo Divino sem caderneta para anotar.

Não dá para você acessar o “Internet Banking da Vida” para saber o saldo dos seus dias, por isso, aproveite o dia… é hoje, é agora.

Desengavete os sonhos, abrace os familiares, os amigos, distribua gentilezas, distribua amor sem esperar nada em troca, porque a troca boa é aquela que se dá e se recebe sem esperar; é o sorriso da criança que retribui o pirulito recebido, é a mãe que chora de alegria ao ver você salvar o seu filho, é o conforto da sopa quente na noite fria, aquela que você preparou e serviu gratuitamente.

Tantas coisas pequeninas que fazem uma diferença gigante.

Hoje a vida não quer te cobrar nada! Pelo contrário, quer apenas te alertar, que o tempo é mais do que a batida do relógio, é uma coleção de emoções, vividas ou perdidas. É aquela louca alegria da conquista, ou o choro descompensado da derrota.

Vida que não apita na curva, que passa, que vai e não volta.

E se ela, a Vida, puder te dizer alguma coisa a mais, talvez ela se cale, para que você não perca mais um segundo precioso, e viva intensamente o “seu tempo”.

Seja Feliz, por favor, use seu tempo com amor.

(Paulo Roberto Gaefke)