A Força dos Nossos Pés

pes pai e filho

Desde o dia em que você nasceu eu criei a ilusão, dentro de mim, que poderia caminhar por você.

Imaginei que colocaria seus pés sobre os meus e o levaria pelos caminhos que eu julgasse mais tranquilos e seguros. Dessa maneira você nunca feriria seus pés, pisando em espinhos ou em cacos de vidro, e jamais se cansaria da caminhada, nem mesmo precisaria decidir qual estrada tomar.

Isso seria, eternamente, minha responsabilidade.

… e foi assim durante um bom tempo, caminhei por você e para você.

De repente, o tempo veio bruscamente me avisar que essa deliciosa tarefa não faria mais parte dos meus dias. Seus pés cresceram e eu já não conseguia mais equilibrá-los em cima dos meus. E quando eu menos esperava, eles escorregaram e alcançaram o solo.

Hoje sou obrigada a vê-los trilhar caminhos nos quais os meus jamais os levariam e ainda tento detê-los, insistentemente, mas só raríssimas vezes consigo. Agora só me é permitido correr com os meus junto aos seus e, em certos momentos, seus passos são tão largos que quase não posso acompanhá-los.

Atualmente, assisto aos seus tropeços sempre pronta para levantá-lo das suas quedas.

Por vezes, você me estende as mãos em busca de socorro, em outras, insiste em levantar-se sozinho por puro orgulho ou para me provar que já é capaz de se erguer após seus tombos e de curar as suas próprias feridas.

Assim vamos vivendo e sinto uma saudade imensurável daquele tempo que você precisava de mim para o conduzir, pois era bem mais fácil suportar seu peso sobre meus pés, do que sobre meu coração.

No entanto, já consigo compreender como a vida é sábia. Percebo, finalmente, que em algum momento você precisava mesmo desbravar seus caminhos independente de mim, afinal não tarda muito, serei eu que precisarei de seus pés sob os meus e você só terá forças para me conduzir porque o permiti caminhar por um bom período sozinho, aprendendo assim a difícil tarefa de viver.

Que você tenha a resistência necessária para suportar meu peso sobre seus pés como eu tive para suportar os seus.

É bem verdade que fará isso por um tempo inferior ao que eu fiz, mas como eu, é provável que você tenha que fazê-lo com mais alguns pés sobre os seus, os dos seus filhos.

Não, claro que não é uma tarefa fácil, mas se eu consegui, você também conseguirá porque plantei em seu coração o melhor e mais poderoso aditivo para que suporte tanto peso: O AMOR!

Os filhos são, sem dúvida, um empréstimo Divino.
Com eles aprendemos a lição maior do amor incondicional. Tornamos-nos habilidosos em corrigir nossos piores defeitos e multiplicar os melhores sentimentos.
Se hoje eles estão ao nosso lado, façamos por eles o melhor que pudermos pois, com certeza, logo chegará o tempo em que eles não mais estarão tão próximos.
Quando pequenos, toda a felicidade deles depende dos pais e é realmente doloroso o momento em que constatamos que haverá o tempo em que não mais precisaremos carregá-los e nem guiar os seus passos.
Então preparemos o seu caminho.
Através do amor, ofereçamos a eles toda a bagagem necessária para que possam seguir em frente com força e segurança.
Que eles carreguem a certeza de que, mesmo estando fisicamente distantes, estaremos sempre ao seu lado.

Anúncios

4 comentários em “A Força dos Nossos Pés

  1. O caminho nos é dado com a direção que escolhermos. A força para segurar e aguentar nos nossos pés os nossos filhos,Deus nos ajuda e nos direciona. Pudesse ,estaria com meus filhos sobre meus pés,mas acompanho suas trilhas,e confiando que ,quando chegar meu momento,terei não só os seus pés para me guiarem,como tb seus colinhos. Amo muito.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s