Adeus Ano Velho… Feliz Ano Novo…

(Gabi Tabarelli)

É 2011, você está indo embora, e com você se vão todas as lágrimas, toda tristeza, todo sofrimento que os seus dias me trouxeram.
No fundo, por mais dolorosa que tenha sido toda a dor, cada minuto que eu vivi, cada momento que eu passei trouxeram também muito aprendizado.
Aprendi o valor de uma amizade, aprendi o valor que tem uma família, uma mãe, um pai.
Vi que realmente não podemos confiar em todos e que a maioria das pessoas que te cercam não são amigos verdadeiros.
Aprendi principalmente e enfim, que a vida não é mesmo um conto de fadas, ou um filme romântico, e que pode ser que o final feliz chegue, mas vai demorar, e quando chegar, vai ser surpreendente, completamente diferente do que você imaginou, e o mais importante: nada, nada mesmo é pra sempre.
Um dia a amizade com sua melhor amiga vai acabar, e você simplesmente não vai ter o que fazer. Até o namoro, de anos, vai terminar. No começo você vai se sentir sem chão, sem vida, mas ai você se acostuma, e vai vivendo, descobrindo coisas novas, chorando, sorrindo, mas vivendo.
Felizmente, isso passa, e sim, essa foi mais uma descoberta minha. Quanto aos erros¿ É natural que erremos às vezes.
Então, leve com você todas as coisas ruins, e deixe comigo, aqui, guardados na caixinha que é meu coração, as risadas mais gostosas, os momentos mais felizes, os abraços mais verdadeiros, o amor que eu sinto pelas pessoas que me fazem bem.
Ah, e principalmente, deixe comigo essas pessoas que me fazem bem, pessoas que me fizeram esquecer a dor, pessoas que, por mais impossível que fosse, sempre procuraram me mostrar o lado bom dos acontecimentos, pessoas que sem as quais eu não saberia viver.
Leve, leve. Leve os erros, leve as besteiras, leve os arrependimentos. Leve a sensação de incapacidade, a solidão, leve o passado.
E que o senhor seu amigo, o 2012, traga pra mim o dobro das lágrimas, mas que elas sejam de alegria, de satisfação. Lágrimas de vitória!
Traga o dobro do amor, mesmo que seja amor próprio.
Traga o dobro de amigos, porém verdadeiros.
E, mais ainda, força. Muita força, porque eu sei que ainda vão existir muitas batalhas em que eu terei que lutar. E mesmo que eu não vença, que eu tenha garra pra conseguir chegar até o fim.
Traga mais sorrisos sinceros, mais abraços apertados, mais confiança, mais de tudo de bom que eu seja merecedora.
Que eu saiba, nesse ano novo, lidar com a tristeza, saiba driblá-la, mandá-la pra longe, bem longe.
Que eu me apaixone e me dedique a pessoas certas, que exista essa pessoa certa.
Que eu saiba aprender com erros novos, que eu saiba viver, que eu saiba ser feliz.
É o que eu quero, é o que eu espero.
E, eu sei, assim vai ser.
A minha felicidade só depende de mim, e a partir de agora, é só atrás dela que eu vou correr, é só em função dela que eu vou viver!

Anúncios