Recolando Pedaços

(Letícia Thompson)

Dizem que as coisas recoladas não têm mais o mesmo valor, nem a mesma beleza.
Talvez você seja dessas pessoas que pensam assim.
E agora, que a festa para as mães se aproxima e você vê e lê tantas coisas bonitas que dizem sobre as mães, você se pergunta por que com você é diferente.
Você se diz que gostaria de ter tido aquela ou aquela mãe, não a sua, com quem você não consegue ter um relacionamento normal.
Definitivamente, você se diz que a sua não é a mãe com a qual sempre sonhou…
Mas… você nunca, na realidade, sonhou com mãe nenhuma!!!
Foi ela quem sonhou você!
Foi ela, sim, por mais imperfeita que seja, que te carregou nos braços ou no ventre, ou mesmo os dois, te carregou certamente no coração.
Foi ela quem se esqueceu da dor quando viu seu rostinho pela primeira vez e teve o coração tão cheio de ternura que ela não saberia encontrar as palavras para definir.
Ela sonhou que você seria a criança mais bonita do mundo.
Que seria o melhor aluno, melhor filho, melhor amigo.
Aquela pessoa que todos apreciariam.
Ela nunca contou que você teria defeitos!
E portanto… crescendo, você foi se tornando você mesmo, um ser tão imperfeitamente normal como qualquer outro.
E as desavenças, diferenças de opiniões, ciúme, fizeram com que, um dia, você tenha ficado de um lado e sua mãe do outro.
E você continua acreditando que, absolutamente, não se recola pedaços!!!
O curioso é que você é muitas vezes capaz de lutar, mesmo se humilhar, para recuperar o amor de uma outra pessoa, mas o amor de mãe fica de lado.
Seria o amor de mãe menos importante que qualquer outro amor?
Talvez você se diga que seja a ela fazer o primeiro passo, que ela sempre teve preferência por um dos seus irmãos, que foi ela quem errou.
Mas você não sabe que coração de mãe tem espaço especial para cada filho?
É possível que ela seja mais próxima de uma outra pessoa, mas porque existem mais afinidades entre eles, não por que o amor seja diferente.
Amor de mãe é amor de mãe.
Que seja você a colocar o orgulho de lado pelo menos uma vez na sua vida!
Que seja você a estender a mão, a pedir perdão!
Que seja você a recolar os pedaços de um relacionamento que se quebrou um dia!
Que seja você a ultrapassar as barreiras, derreter o gelo, dar o primeiro beijo, reconciliar em você e por você mesmo, o primeiro amor que você teve na vida!
Vasos quebrados talvez não sejam como no início. Mas poderão ter uma outra aparência, mosaica e bela. E, sobretudo, a certeza de que alguma coisa foi reconstruída e você foi o responsável.
Amor reconquistado é amor dobrado.
É amor carregado das experiências que o tornaram mais forte, mais sólido e verdadeiro.
Quer ter uma vida longa?
Eis a sabedoria bíblica:
“Honra a teu pai e tua mãe para que se prolonguem seus dias na terra.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s